A colaboração coletiva (crowdsourcing) tem sido uma excelente fonte de inovação para as empresas, principalmente no desenvolvimento de novos modelo de negócio.

Um desses modelos é o de concorrência criativa, onde a empresa coordena um processo de competição de algum produto/serviço que utiliza a criatividade de uma base de usuários para que seus clientes possam se beneficiar dessa concorrência e os usuários obtenham algum tipo de benefício por isso.

Em fevereiro de 2008, a empresa australiana 99designs foi uma pioneira ao utilizar a concorrência criativa no desenvolvimento de logos e outras artes para a comunicação visual.

No Brasil, a primeira empresa a fazer isso foi a we.do.logos, que vem sendo bem sucedida na utilização desse modelo para o desenvolvimento da comunicação visual de empresa, principalmente, de pequenas e startups.

Ela foi criada em setembro de 2010 e já conta com uma base de mais de 14 mil designers cadastrados e mais de 300 mil artes entregues aos seus clientes.

O valor mínimo para o desenvolvimento de logo é de 195 reais, bem abaixo dos valores dos escritórios de designers, mas o cliente que define quanto quer investir. Sendo que quanto maior o valor, mais e melhores designers se interessaram para participar desse projeto e melhor o produto final será.

O valor do projeto é pago ao vencedor do projeto decrescido de 20% que é a taxa que a we.do.logos cobra.

Para entender melhor como funciona o modelo da we.do.logos, abaixo segue o modelo canvas da empresa:


we.do.logos

View more presentations from Thiago Paiva

A receita só é obtida quando o projeto é bem sucedido (eles garantem a devolução do dinheiro em casos de insatisfação, como uma forma de atrair novos clientes que estavam com receio de não obter o resultado esperado), contudo a taxa de sucesso dos projetos é de 95%.

Os principais riscos para esse tipo de modelo são:

  • Risco de não obter uma boa base de usuários
  • Risco de pouco engajamento da base de usuários
  • Risco dos clientes não confiarem no modelo
  • Risco do material desenvolvido pela base de usuários ser de baixa qualidade
  • Risco de propriedade intelectual

 

Como o modelo de concorrência criativa não era muito conhecido no Brasil, eles criaram um blog para fazer marketing de conteúdo falando sobre esse novo modelo e sobre a we.do.logos, segue abaixo o link para o blog:

http://blog.concorrenciacriativa.com.br/

Apesar da we.do.logos ser a pioneira aqui no brasil, o mar não fica azul para sempre. Desde seu lançamento, apareceram alguns concorrentes, como:

Porém a vantagem de ter sido o primeiro entrante e de ter a maior base de designers parece garantir seu sucesso, por enquanto…

 

#FicaaDica: Esse tipo de concorrência criativa é uma excelente ferramenta para startups, pois seus recursos são limitados no começo mas precisam de um trabalho com cara profissional para se apresentarem. Caso sua startup não tenha um designer na equipe, aproveite essa ferramenta e deixe sua startup mais apresentável.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s