O modelo de negócios de compras coletivas foi iniciado pelo Groupon nos Estados Unidos em Novembro de 2008, porém só chegou ao Brasil em 2009 com o Peixe Urbano. Entretanto, antes do Groupon ser criado, uma startup brasileira já utiliza conceitos de compras coletivas.

Em Novembro de 2007, um ano antes do Groupon, era lançado oficialmente o Compra3 pelos empreendedores André Luiz Monteiro e Bruno Medeiros. Durante a faculdade, eles se uniam a outros estudantes para negociar formas de pagamento e descontos em livros universitários. Como essa forma de negociação funcionava bem, eles tiveram a ideia de criar uma startup utilizando esses mesmos conceitos, dessa forma surgiu o Compra3.

Apesar do seu modelo de negócios ser diferente do Groupon, ele utiliza o mesmo conceito de juntar várias pessoas para conseguir melhores descontos em produtos e serviços.

Um grande diferencial entre esses modelos é que as pessoas compram nos parceiros do Compra3 de forma normal, ao contrário dos sites de compras coletivas que compram um cupom para depois receber o seu produto/serviço. Sendo que é necessário fazer o registro das compras no site e no final do mês o Compra3 vê quantas pessoas compraram e qual o maior desconto que pode ser aplicado a esses produtos, depois eles devolvem o dinheiro do desconto na sua conta do Paypal (ação que eles chamam de Cash Back).

Ou seja, esse modelo possui duas diferenças básicas para o de compras coletivas:

  • Os clientes ao comprarem os produtos não sabem ao certo qual será o valor do desconto (sabem apenas qual o valor do desconto atual)
  • Os clientes precisam pagar antes para depois receber de volta o valor do desconto.

O fato dos descontos serem progressivos faz com que esse modelo seja mais sustentável no longo prazo (leia esse artigo que explica porque o Groupon não é sustentável).

E a fonte de receita do Compra3 é de uma taxa por venda, infelizmente não consegui descobrir quanto que eles cobram. Abaixo segue o modelo canvas deles:

Alguns riscos desse modelo são:

  • As pessoas não confiarem no modelo de cash back
  • De não obter uma boa base de usuários para negociar bons descontos
  • Os descontos iniciais não serem atraentes fazendo com que as pessoas não comprem e o descontos não aumentem

Alguns dados interessantes sobre o Compra3, é que eles não conseguiam investimento inicialmente e por isso levantaram dinheiro com 17 pequenos investidores (FFFs – Family, Friends and Fools), só depois conseguiram um investimento maior de um investidor-anjo do Vale do Silício, Michael Nicklas.

Após 3 anos, eles  atingiram o break-even e atualmente possuem mais de 600.000 usuários e acesso a mais de 1 milhão de produtos (em 14 lojas parceiras).

PS: Se quiser ver o modelo canvas do Peixe Urbano também, clique aqui.

#FicaaDica: Os fundadores da Compra3 utilizaram uma experiência de vida para transformar isso em negócios, empreendedores de verdade sempre estão ligados as oportunidades de negócios e a experiência de vida é uma excelente forma de encontrar oportunidades, pois todos passamos por problemas e temos que solucionar. Lembre-se para o empreendedor Problema = Oportunidade!

Anúncios

Um comentário sobre “Modelo de Negócios – Compra3

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s