Voltando para a falar das startups aqui do Vale do Silício, da última vez eu falei da Dabee que é uma startup de brasileiros, agora vou falar da Lemon que foi fundada por latinos americanos por aqui. Resolvi falar dela não apenas pelo fato dela ser um caso interessante, mas também por ela ter uma brasileira bem conhecida que tive o prazer de encontrar e conversar com ela aqui, a Isabel Mattos (pois é,ela é pop sim!).

A Lemon foi fundada em julho de 2011 pelos empreendedores Meyer Malka and Wenceslao Casares com o objetivo de resolver o problema da gestão de finanças pessoais através de um sistema de scanneamento dos recibos usando a câmera de um smartphone.

A ideia é bem simples e é muito provável que seja isso que a torne boa. Você tira uma foto do recibo usando o aplicativo da Lemon no seu smartphone (iPhone, Android, Windows Phone, Blackberry e Symbian) e ele envia a foto do recibo para ser analizada nos servidores dela, depois de poucos minutos ele identifica os dados e valores do recibo, que depois é armazenado e organizado no seu smartphone. Dessa forma você precisa apenas bater foto dos seus recibos e a Lemon faz o resto por você. Bem prático, não?

A mágica da simplicidade é exatamente o trabalho duro que eles tem feito com o reconhecimento de imagem, que é um grande problema técnico devido às diferentes condições que as fotos dos recibos são tiradas, além dos diversos tipos de recibos. Pois é, a simplicidade às vezes  pode ser bem complexa.

O modelo de negócios da Lemon também simples , mas que tem quatro tipos diferentes de segmentos de clientes, sendo que cada um dele tem uma proposta de valor diferente e um forma de receita diferente.

Os detalhes do modelo estão no canvas abaixo:

.

.
Um problema que eles enfrentam é a barreira de adoção devido à necessidade de uma mudança de hábito dos usuários, tirar a foto de todos os recibos, é claro que essa mudança é mais fácil para uns do que para outros. Se você já anota todas as suas contas num aplicativo ou planilha após fazer uma compra, é mais fácil mudar, porém é bem mais difícil para uma pessoas que ainda não acompanha os seus gastos assim.

Infelizmente a Lemon ainda atua apenas nos EUA e não é tão simples adicionar um novo país, pois não é apenas o problema do reconhecimento dessa nova língua, mas também dos tipos de recibos e das lojas para recomendar o tipo de gasto. Espero que em breve a Lemon chegue ao Brasil.

.

#FicaaDica: O segredo da Lemon é abordar um problema que atormenta muitas pessoas de uma forma bem simples para o usuário, ao invés das pessoas precisarem preencher uma tabela de excel ou colocar os dados num aplicativo toda vez que fazem uma compra, com a Lemon elas precisam apenas bater uma foto, simples e direto.

.

Anúncios

3 comentários sobre “Modelo de Negócios – Lemon

  1. Thiago, o Lemon pode sim ser utilizado no Brasil. Ele tem feito bom trabalho em reconhecer os recibos do Brasil, inclusive identificando corretamente a moeda e os estabelecimentos. E como você comentou, fazer as coisas simples é bem complicado.

  2. Excellent site you have here but I was wanting to know if
    you knew of any community forums that cover the same topics discussed here?

    I’d really like to be a part of online community
    where I can get suggestions from other knowledgeable individuals
    that share the same interest. If you have any recommendations, please let me know.
    Thanks!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s