Apesar das startups precisarem de um ambiente aberto onde todo mundo dê sugestões para resolver problemas e ideias para novas oportunidades, no final das contas, alguém precisa ser responsável para tomar as decisões importantes e manter o foco da startup para atingir os seus objetivos.

O Mark Zuckerberg e do Steve Jobs são dois excelente exemplos de CEOs ditadores que possuem uma visão muito forte do que eles querem para a sua empresa e que foram extremamente bem sucedidos nisso.

Não entenda mal, a pessoa que é responsável por tomar as decisões mais importantes (geralmente o CEO) precisa ouvir os colaboradores sim, mas ele precisa tomar a decisão levando em conta o que é mais importante para a startup, os colaboradores e a visão da startup. Processos democráticos são mais lentos e as pessoas não se sentem tão responsáveis pelas decisões que foram tomadas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s