O complexo é algo que nos facina, que faz nos sentirmos inteligentes. Quanto mais complexo é uma solução, quanto mais tecnológica é a solução, melhor!

Todos conhecem o caso dos americanos e dos russos na corrida espacial, onde eles tinham um problema que as canetas da época não escreviam de ponta cabeça, o que não era incomum quando você está no espaço sem gravidade. Dessa forma, ele precisavam descobrir um jeito de escrever de ponta cabeça, enquanto os americanos desenvolveram um projeto milionário para desenvolver uma caneta para isso (que veio a ser a nossa querida BIC), os russos usavam lápis…

Dessa forma, o complexo é uma armadilha perigosa, principalmente para empreendedores. Todo empreendedor bola planos e modelos mirabolantes, quanto mais inteligente for o empreendedor, mais complexo é o modelo e mais sentido ele faz.

Por isso, eles acabam criando modelos de negócios que envolvem 3 ou mais segmentos de clientes com modelo de receita complexo e planos de marketing que atacam inúmeros canais ao mesmo tempo.

Mas adivinhem… Eles são complexos de serem executados! Pode parecer algo besta, mas muitos empreendedores caem nessa armadilha, pois todos os blocos se encaixam perfeitamente, porém eles esquecem que quantos mais blocos, maior a chance de um deles não dar certo, o que pode acabar com o negócio. Imagine um carro, ele é um sistema complexo com diversas partes móveis e que podem falhar, caso você não tenha uma peça… Seu carro pode simplesmente não andar.

Outro problema é que eles são difíceis de se testar, imagine que você queira validar um modelo que precisa de 3 segmentos de clientes , na melhor das hipóteses você vai precisar convercer 3 clientes diferentes para tentar validar o modelo inteiro. Digamos que você convenceu 2 mas faltou 1. Advinhe? Você não consegue validar.

Tenha em mente o que o Leonardo da Vince disse um dia: “A simplicidade é o último grau de sofisticação”. 

Por isso, evite modelos complexos e planos mirabolantes. Seguem algumas sugestões:

 

  • Evite construir modelos de negócios com mais de 2 segmentos de clientes;
  • Caso seu modelo esteja complexo, repense ele e tente simplificá-lo (Ex.: Mudando o segmento de cliente, mudando o forma de receita, mudando a proposta de valor…);
  • Comece com um modelo  simples e vá aumentando a complexidade do modelo de negócio conforme seu negócio for amadurecendo;
  • Existem muitos modelos de negócios que já funcionam bem, tente usá-los ou adaptá-los ao seu negócio;
  • Caso não encontre um modelo mais simples para o seu negócio, busque formas simplificadas para validar o seu modelo de negócios (Ex.: Simulando uma das partes…);

 

Por fim, montar uma startup já é um trabalho difícil, não tente torná-lo mais complexo ainda.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s