Novo modelo de negócios do Instragram?

Novo modelo de negócios do Instragram?

.

Você provavelmente deve ter visto na internet que o Instagram mudou seu Termo de Uso (se não viu, leia essa reportagem) e que, a partir do dia 16 de Janeiro, ele terá o direito perpetuamente para comercializar suas fotos sem precisar te avisar e muito menos te compensar por isso.

O Instagram ainda não se manifestou se o intuito dele com essa mudança é realmente fazer a venda das fotos e eu não vou entrar no mérito da questão. O meu objetivo nesse post é verificar o que mudaria no modelo de negócios deles.

Para ver o que mudaria, eu fiz o canvas antes e o depois (eu não prevejo o futuro, pelo menos não ainda, então é apenas uma ideia do que poderia ser) para mostrar o que poderia mudar do modelo atual para o modelo de vendas de fotos.

Segue abaixo o modelo canvas atual do Instagram:

.


.

Como vocês podem ver, atualmente ele não tem uma fonte de receita e, por isso, diz-se que ele não possui um modelo de negócios, pois não é sustentável no longo prazo. Apesar de ter levatando muito dinheiro de investidores, eventualmente esse dinheiro acaba e o negócio precisa se manter e dar retorno para os investidores.

Fazendo essa mudança no termo de uso, ele poderia vender as fotos para empresas, agências de publicidade, jornais, revistas, etc. Dessa forma ele teria uma fonte de receita (finalmente!) e teria um recurso importantíssimo, além das fotos, mas o direito sobre as fotos para vender. Algumas atividades seriam importantes, a venda da foto (seja pelo site ou por uma equipe de vendas) e a organização dessas fotos, pois existem milhões de fotos no Instagram e seria preciso conseguir localizar algumas específicas. Veja abaixo como o modelo de negócios pode ficar:

.


.

Digamos que a Pepsi queira comprar uma foto para uma nova campanha, como que ela acharia aquela foto interessante? Ou se o Instagram fosse vender fotos através de uma equipe de vendas, como que eles selecionariam as fotos para oferecer para a Pepsi?

Bom, como você pode perceber, mudaria o modelo de negócios deles e tornaria ele muito mais robusto e sustentável (ainda precisaria se verificar se o modelo geraria receita suficiente).

Pode ser que essa mudança no Termo de Uso deles seja, finalmente, uma forma deles terem valido tanto investimento. Porém pode ser a ruína deles, pois será que as pessoas vão aceitar essas condições facilmente?

É uma jogada arriscada, porém era preciso gerar receita com o Instagram o mais rápido possível. Pode ser que funcione (lembre-se que quando o Youtube começou a colocar propaganda todo mundo achava que eles iam perder muita audiência por isso), mas pode ser que seja um fracasso total.

Vocês concordam com essa jogada deles?

Citação – Kevin Systrom

Citação – Kevin Systrom

Não tente transformar coisas simples em coisas complexas, o cliente quer uma solução que resolva o problema e quanto mais simples, melhor. Engenheiros e desenvolvedores tem tendência a buscar uma solução elegante e que muitas vezes é complexa, fuja disso.

Steve Jobs foi um gênio pela sua simplicidade. Leonardo da Vinci já dizia: “A simplicidade é o último grau de sofisticação”.

Simplificar o complexo é uma arte, complicar o simples é um grave erro, pense nisso.

Citação – Kevin Systrom

Citação – Kevin Systrom

Fazer uma planilha complexa e uma apresentação linda não quer dizer muita coisa para investidores. Leve resultados, mesmo que você não tenha um protótipo, leve um MVP com os resultados obtidos.

Se você conseguiu ter clientes com um MVP, pode ter certeza que isso vai valer muito mais para os investidor esdo que aqueles 1 milhão de clientes imaginários que você sua planilha afirma que terá.

Citação – Kevin Systrom

Citação – Kevin Systrom

Toda empresa precisa de um diferencial competitivo e é importante notar que ele irá mudar ao longo do tempo.  O Alfred Lin, investidor da Sequoia Capital e ex-COO da Zappos (e-commerce de sapatos) falou um pouco sobre as mudanças do diferencial da Zappos ao longo do tempo numa apresentação dele.

Primeiro ela se diferenciava por estar num novo mercado (oceano azul), porém não demorou muito tempo para os concorrentes perceberam que era um mercado interessante e começarem a atuar nesse mercado.

Em seguida ela se diferenciou por ter mais experiência no mercado e uma operação mais enxuta que os concorrentes. Mas, como de se esperar, os concorrentes rapidamente alcançaram ela.

Depois ela se diferenciou pelo atendimento, oferecendo um excelente serviço de atendimento. Poucos concorrentes conseguiram competir com eles nessa área.

Mesmo assim a Zappos continuou se diferenciando e agora está focando na cultura do que eles chamam de customer care, onde toda a cultura da empresa está voltada para atender da melhor maneira possível os clientes.

Difícil dizer se alguma outra empresa conseguirá chegar ao nível deles, mas é importante sempre ficar ligado para sempre ter um diferencial competitivo claro e difícil de se copiar para se manter bem no mercado.

.

Citação – Kevin Systrom

Citação – Kevin Systrom

Crie produtos úteis e fácil de se usar, não adianta ter um produto com uma solução linda do ponto de vista da engenharia se ele não ajuda as pessoas realizarem uma tarefa ou se é complexo de se usar. As pessoas querem realizar tarefas, ajude elas a fazerem isso.

Aqui tem um post do blog do Alexander Osterwalder, criador do Business Model Generation, sobre como usar a ideia de que as pessoas querem realizar tarefas junto com o modelo canvas, vale a pena ler: Clique aqui para ler.

Citação – Kevin Systrom

Citação – Kevin Systrom

Quando as pessoas veem as histórias de startups na mídia, elas pensam que é só preciso ter uma ideia brilhante que vai se transformar numa startups de 1 bilhão de reais, porém não é assim que funciona. Antes do Instagram ser o aplicativo de foto queridinho de todo mundo, começou como uma mistura de Mafia Wars com Foursquare, o Youtube também começou como um site de videos para encontros, até mesmo o Facebook era um site para escolher a garota mais bonita antes de virar uma rede social.

Nenhuma ideia vale um bilhão de reais (veja apresentação sobre quanto vale uma ideia), porém empresas valem. Não importa se a sua ideia é brilhante, ela irá mudar muito ao longo do caminho, o importante é executar bem, receber feedbacks e saber quando pivotar/perseverar.